Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Moda

Neste consultório encontra informação e aconselhamento sobre moda, imagem e beleza pela estilista e consultora de moda Olga Cardoso Pinto. Temas sobre tendências, novidades e dicas para estar sempre atualizada!

  • NESTE CONSULTÓRIO ENCONTRA INFORMAÇÃO E ACONSELHAMENTO SOBRE MODA, IMAGEM E BELEZA. TEMAS SOBRE TENDÊNCIAS, NOVIDADES E DICAS PARA ESTAR SEMPRE ATUALIZADA!
  • Guarda roupa para mulher magra e baixa

     

     

    “ Olá Olga,

     

    Sou sua fã desde que iniciou este cantinho que tanto prezo!

    Gostaria de lhe pedir uma ajudinha para compor o meu guarda roupa para este outono / inverno.

     

    Tenho 34 anos, baixa e magra, tenho muita dificuldade em encontrar roupas que me sirvam e assentem na perfeição, porque sou baixinha – 1,52 e peso 48kg, não encontro modelos que fiquem bem na sua totalidade.

     

    Como pode ver na minha foto que envio, sou assim dum jeito miúda, e como iniciei há pouco a minha nova carreira, num escritório como advogada, necessito mesmo de um manual de estilo, pode ajudar-me por favor?

     

    Um beijinho e obrigada pela sua querida atenção.

     

    Ficarei a aguardar pela sua sabedoria e dicas,

    Ana”

     

     

    Olá Ana,

     

    Agradeço a sua simpatia e bom humor, que bem nos faz nesta altura …

     

    Como é do jeito miúda :) e, como se diz em terminologia de moda, é uma petit!

    Pode valorizar a sua silhueta com peças que façam contraste em porporções, cores e modelos, por exemplo justo na parte de cima do corpo e mais largo para baixo, cintura marcada, altura de saias acima do joelho, calças compridas, não usar corsários.

    Jogue com padrões e sobreposições; lembre-se do soutien – escolher o seu tamanho certo e optar por modelos de copas almofadadas.

     

    Fiz esta seleção de coordenados Pedro del Hierro, penso que desta forma poderá ter uma noção de como compor o guarda roupa para o seu tipo de morfologia.

     

    Bjs

     

     

    Conjuntos de saia e casaco, estilo clássico moderno, saias curtas alongam a perna; fato de veludo de calça cigarette e casaco comprido pela anca, de estilo dandy.
     
     
    Vestido de estampado gráfico multicolor, estilo anos 60; vestido vaporoso em renda e adereço gola de pêlo para complementar; tailleur de calça e singlet estruturado com cinto fino.
     
    Modelos da coleção PdH para outono / inverno 2012 - 2013
     
     

    Mastectomia: alegria na renovação do guarda roupa

     

     

    “ Olá Querida Olga,

     

    As minhas felicitações pelo seu trabalho e simpatia, com que nos presenteia todos os dias com as suas dicas acertadas e informação profissional sobre moda!

     

    Sou jovem, tenho 39 anos, magra e baixinha (tenho 1'52m), leitora diária e gostaria de lhe colocar a minha questão:

    - fiz uma mastectomia há 1 ano, agora já recuperada, tenho necessidade de mudar o meu guarda-roupa e adaptar o vestuário ao meu peito actual.

     

    Tenho algumas peças que não me assentam como anteriormente, pois aumentei  o tamanho, visto agora o 38 e antes o 36. A posição dos seios também está diferente assim como a sua forma, devido às próteses.

     

    Envio a minha fotografia, espero que possa dizer-me qual a minha silhueta e qual a melhor forma de a valorizar.

    Agradeço os seus conselhos e o tempo disponibilizado comigo!

    Bem haja, um abraço,

     

    Maria”

     

     

    Olá Maria,

     

    Felicito-a também pela sua positividade e força para enfrentar um problema tão íntimo que afeta, infelizmente, muitas mulheres.

     

    Nestas circunstâncias, a renovação do guarda roupa é uma forma de terapia que ajuda a enfrentar alterações físicas e psíquicas, sentir-se à vontade com o corpo é um passo importante para uma mulher que sofreu doenças ou intervenções que alteraram a sua imagem. Mas para chegar aqui, o acompanhamento psicológico por parte de um profissional, a ajuda de familiares e de amigos é essencial para que possa entrar nesta fase, em que a vaidade e as preocupações estéticas e de beleza são importantes, também, para vencer a doença.

     

    • Escolha com alegria as novas peças de roupa - cor, modelos práticos mas com pormenores diferentes, peças versáteis para que possam ser combinadas entre si

     

    • Como já se habituou à nova silhueta, pode agora adaptar as suas peças antigas recorrendo ao alargamento ( se ainda houver medida nas costuras) na zona do peito, talvez algumas também necessitem de um ajustamento na costura dos ombros e cavas

     

    • Valorizará a sua silhueta e o peito, recorrendo a peças com decotes em V e  U, isto porque o seu pescoço é baixo, não deverá usar golas altas e pés de golas pois tornam o pescoço ainda mais baixo e atarracado.

     

     

    • A escolha de um bom soutien, que lhe permita acima de tudo conforto, e lhe assegure um bom posicionamento dos seios é primordial.

     

    Peças favoráveis:

     

    - blusas de trespasse

    - camisas de colarinhos baixos, de preferência sem pé de gola

    - t-shirts / blusas / sweats de decote em V e U profundo, alongam o pescoço e destacam os seios

    - peças estruturadas nos ombros e cintura: blazers, casacos, vestidos, todo o vestuário usado no torso

    - saias e vestidos acima do joelho, alongam a perna dando a sensação de ser mais alta

     

    Fiz esta seleção, da marca Cortefiel, para que possa ter uma noção do que lhe aconselho, espero que estas dicas sejam úteis.

     

    Continue a sua excelente recuperação e otimismo!

    Um abraço

     

     

     
    Vestidos para trabalhar e lazer
     

     

    consltomoda
     
    Coordenados de calça ou saia
     
     
     

     

    Estilo de casaco para casamento

    “Boa noite Olga Pinto,

     

    Desde já, parabéns pelo seu trabalho. Sigo-a há bastante tempo no seu blogue e aprecio imenso o seu trabalho.

     

    Pela primeira vez encontro-me bastante indecisa em relação à roupa adequada para usar num casamento no inicio do próximo mês de março.

    Em anexo envio-lhe imagens de um vestido da Karen Millen que comprei o ano passado para um casamento e, que gostaria de usar novamente, uma vez que os convidados não são os mesmos e portanto, considero não haver problema em repeti-lo.

    Contudo, não sei muito bem o que combinar com ele, nunca tive um casamento nesta altura do ano e, a questão do frio preocupa-me um pouco.

    Agradecia que me ajudasse com algumas dicas. O que poderei usar com este vestido? (casaco, sapatos, etc...)

    Tenho 25anos, 1,59m de altura e 52Kg.

     

    Obrigada pela sua ajuda e disponibilidade,

     

    Ana Soares”

     

     

    Olá Ana,

     

    Agradeço o seu email e a simpatia das suas palavras.

     

    Pode de facto aproveitar o vestido, a minha sugestão vai para um casaco longo na cor preta, também Karen Millen, em renda sobreposta. A marca Desigual, da qual sou fã, também tem um modelo lindíssimo, em jeito patchwork de dois tecidos - um liso em preto e outro acetinado estampado, que pode coordenar com o vestido, embora num estilo diferente mas que a ajudará a marcar a sua presença pela positiva!

    O calçado e pochette pode ser de cor igual ou contrastante, de acordo com a cor do casaco; se optar pelo casaco preto a cor para os acessórios pode ser na cor do vestido, se optar pelo casaco Desigual pode escolher o azul do estampado.

     

    O corte dos casacos dos modelos sugeridos, cintados e em linha A, favorecem silhuetas baixas e magras, pois são elegantes e femininas.

     

    Espero que estas sugestões sejam do seu agrado.

    Tenha uma excelente festa!

    Bjs

     

     

    O seu vestido em rosa fúcsia:  sugestão para coordenar - casaco preto Karen Millen e o casaco Desigual.

     

     

    Calças para anca larga

     

    "Olá :)

    Tenho 17 anos, meço 1.60 e peso 53kg, não sou aquilo a que se chama 'gordinha' mas tenho alguma gordura acumulada nas ancas... Isso a somar à minha altura faz-me sempre sentir mais baixa do que toda a gente.

     

    Gostava de saber que tipo de calças hei-de usar, porque, tirando as calças pretas que geralmente me assentam bem, acaba sempre por me acontecer a mesma coisa: para as calças me servirem nas ancas compro o 36, mas como as minhas pernas não são gordas, depois ficam-me largas e enrugadas.

     

    Outra coisa é o calçado, qual hei-de usar no dia-a-dia? Não consigo encontrar um tipo de ténis ideal, e as sandálias também não gosto de ver com a maior parte das calças que tenho!

     

    Agradecia muito uma ajuda, estou mesmo desorientada..

    Beijinhos,

    Clara M."

     

     

    Olá Clara,

    Quando comprar as calças, deverá dar-lhe sempre um arranjo para adaptá-las à sua medida. Pode também escolher um modelo que não seja necessário fazê-lo, é o caso das calças de corte direito ou clássico, em jeans opte por aqueles que tenham na sua composição elastano, para se tornarem elásticas e vestirem melhor.

    Para facilitar as suas escolhas e compras, o melhor é selecionar um estilo que goste e com o qual se sinta bem. Depois é só comprovar que tipo de calçado é mais acertado para esse estilo.

    Dou-lhe aqui algumas ideias, tendo em conta a descrição que faz de si e do seu gosto.

     

    Por exemplo a Salsa, a Tiffosi, a Primark e a Levis têm modelos de jeans adaptáveis a todas as silhuetas.

    Na Cortefiel e na Springfield encontra vestuário excelente para criar o seu estilo, e ainda têm acessórios para que possa coordenar!

     

    Beijinho!

     

     

    Vários estilos que pode encontrar na Cortefiel, desde o look vintage - sempre na moda, de linhas direitas e elegantes, com cores sóbrias e peças recombináveis. As calças clássicas de corte direito e altura pelo tornozelo. Um estilo militar clean e outro look citadino.

     

     

    Modelos da Springfield, jeans direitos e jeans ligeiramente franzidos na cintura. Sugestão de um look de jeans e túnica.

    Modelo de sabrinas, bota de cano alto e botins, para combinar com as suas calças.