Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Moda

Neste consultório encontra informação e aconselhamento sobre moda, imagem e beleza pela estilista e consultora de moda Olga Cardoso Pinto. Temas sobre tendências, novidades e dicas para estar sempre atualizada!

  • NESTE CONSULTÓRIO ENCONTRA INFORMAÇÃO E ACONSELHAMENTO SOBRE MODA, IMAGEM E BELEZA. TEMAS SOBRE TENDÊNCIAS, NOVIDADES E DICAS PARA ESTAR SEMPRE ATUALIZADA!
  • Sorrir no Inverno - Sem cieiro

    Com o frio, entre casacos, gorros, cachecóis e luvas, protegemos o corpo, ou quase: esquecemo-nos dos lábios. Pequenos mas decisivos “pormenores” que é preciso hidratar para aquecer os dias de Inverno com um sorriso sem fissuras.

    As temperaturas extremas – sejam elas baixas ou elevadas – fragilizam as defesas naturais do cor po humano. O frio, como o sol, agride a pele que se deixa exposta.

    No Inverno, o menos possível, porque nos munimos de todos os agasalhos que nos aquecem, erguendo uma barreira confortável entre o nosso corpo e o frio.

    Homens e mulheres escondem as pernas na fazenda quente das calças, tapam o pescoço com cachecóis macios, resguardam as mãos em cinco dedos de lã e completam o conforto em sobretudos mais ou menos compridos conforme o gosto e a moda. O último retoque é dado por um gorro ou um chapéu. Sobra apenas o rosto para enfrentar as agressões da meteorologia. Um rosto que se hidrata certamente, mas no qual sobressai um eterno esquecido: os lábios.

    Lábios mais sensíveis no Inverno

    Só que nos meses de Inverno os lábios ficam mais sensíveis. São facilmente vítimas de elementos agressores, como o frio, o vento e os baixos níveis de humidade.
    Manifesta-se então o cieiro, como é conhecida a inflamação que os médicos designam por queilite: problema dermatológico que afecta a maioria dos lábios portugueses e que pode igualmente ser causado por alergia a cosméticos ou pelo consumo de determinadas frutos ácidos.
    Há batons e pastas de dentes com as quais os lábios também não se dão bem, daí resultando o cieiro.

    Com maior probabilidade de estarem sujeitas a episódios de cieiro são as pessoas que passam a vida a mordiscar os lábios, arrancando as peles secas que se vão desprendendo. A inflamação aumenta, as fissuras aprofundam-se, os lábios doem e sangram até. Assim é o cieiro, inimigo nº1 de qualquer sorriso que se preze.

    Proteger é palavra de ordem

    Mas afinal o que é o cieiro? Trata-se de uma inflamação da pele dos lábios, ou melhor, de uma área específica situada entre a derme e a mucosa, a que os especialistas chamam vermelhão do lábio. Possui queratina para suportar as agressões externas, mas é sensível a factores habitualmente desprezados como restos de pasta de dentes ou de frutos ácidos, como a laranja e a manga.

    O contacto com secreções nasais e os corantes dos batons também contribuem para a inflamação dos lábios, a qual por vezes se estende à pele adjacente, como se fora uma manifestação alérgica.

    O que fazer então? O melhor remédio é prevenir: ou seja, proteger os lábios regularmente, evitando o aparecimento de cieiro. Assim, use batons protectores, tendo o cuidado de escolher um que seja adequado aos seus lábios, sob pena de, querendo evitar um problema, criar outro – uma alergia.
    Quando escolher, dê preferência a um que possua filtro solar, pois o sol do Inverno incide com a mesma intensidade sobre a pele, só aquece menos do que o do Verão. Na dúvida, peça conselho ao seu farmacêutico.

    Mas, como o Inverno já entrou em Janeiro é possível que os seus lábios apresentem já sinais da devastação. Nesse caso, há que hidratá-los generosamente, sem receio de abusar. Faça-o diariamente e reforce a dose à noite. E enquanto não saram resista às tentações: desde logo, nada de arrancar as peles secas.
    E abstenha-se do gesto de passar a língua pelos lábios para humedecê-los: resulta, mas por pouco tempo e o contacto da mucosa oral pode agravar a inflamação. Em vez disso, beba muitos líquidos. Faça-o não só pelos seus lábios, mas pelo corpo todo. Porque – já aqui o dissemos – contra o frio, hidratar, hidratar!

    Diga sim... aos líquidos e aos cremes hidratantes, para prevenir e para controlar o cieiro: protegem os lábios do frio ou, se já estiverem secos e gretados, repõem a hidratação.

    Diga não... a mordiscar os lábios, arrancar as peles secas e humedecer constantemente os lábios com a língua.

    Na hora da maquilhagem

    Antes da maquilhagem não se esqueça de colocar primeiro um bom creme hidratante com protector solar. Nutre e protege os lábios da desidratação e dos efeitos do frio, do vento e do sol, para além de constituir uma boa base para o batom.

    Evite batons de efeito prolongado. Para ficar tanto tempo na boca, possuem conservantes ou fixadores muito fortes que podem provocar irritação ou alergias.

    À noite, experimente aplicar um pouco de vaselina em creme com uma escova de dentes macia e passe nos lábios delicadamente. Enxague. Cuidado com dietas radicais. A falta de vitaminas C, D e E provoca a desidratação dos lábios.



        in www.mulher.sapo.pt

    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
    Copyright . Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da autora deste blog.